Porquê Orgânico

O "porquê" do título, escrito dessa forma, foi proposital. Trata-se de um substantivo que significa "motivo" ou "razão". É disso que iremos abordar aqui. Qual o porquê do orgânico? Qual o seu motivo ou razão de existir? O que faz dele tão especial? Por que hoje em dia se fala tanto dos orgânicos?

Muitas pessoas associam os orgânicos simplesmente a um produto sem agrotóxico. O fato é que a sua definição vai muito além disso, até porque o movimento orgânico surgiu antes da existência dos agrotóxicos.

O orgânico é fruto de um modo de produção sustentável, que preserva o meio ambiente, respeita os animais e o ciclo de vida natural dos alimentos, além de cuidar da integridade e direitos das pessoas envolvidas em seu processo.

Além dos agrotóxicos estão proibidos os fertilizantes sintéticos, organismos geneticamente modificados e substâncias nocivas à nossa saúde como corantes, conservantes e antibióticos.

Trata-se de um bem coletivo. Faz bem para quem planta, faz bem para quem consome e faz bem para o mundo que deixaremos para as próximas gerações. 

Estamos falando da única categoria de alimentos regulamentada por lei. Isso mesmo, existe uma Lei Federal que credencia um produto orgânico, desde que cumpridos todos os requisitos, oferecendo ao consumidor a garantia da sua procedência.

Caso queira saber mais sobre o assunto, clique na imagem abaixo e faça o download desse incrível e completíssimo ebook, do qual, com muito orgulho, somos apoiadores, elaborado pelo pessoal da Organis (entidade setorial dos orgânicos).